Copa América de Ciclismo vem aí!

Caros – a primeira Clássica do ciclismo brasileiro acontece neste domingo, dia 9, no ‘templo’ do ciclismo (e do automobilismo) paulista, o Autódromo José Carlos Pace, mais conhecido como Interlagos.

A prova principal, a masculina, juntará Elite, Sub-23 e Geral (homens maiores de 18 anos que tenham sido federados em 2010). Os ciclistas percorrerão aproximadamente 86,2 km (20 voltas de 4,3 km).

É um circuito duro, com um asfalto pegajoso. Não conheço um ciclista que já tenha corrido ou treinado lá, que não o ache difícil. Eu inclusive. Este ano a Federação Paulista inovou, fazendo a prova no sentido oposto ao tradicional, i.e. a chegada se dará ao final do famoso “S do Senna”.

Não me é claro se ficará mais ou menos difícil, pois a tradicional subida da chegada também era dureza. Agora, ao invés de descer a Reta Oposta a mais de 70 km/h, os ciclistas terão de subí-la, e concluir a jornada escalando também o inclinado e tortuoso “S”.

Vejam abaixo o mapa do circuito, com as setas indicativas:

Sentido invertido, calvário similar

As principais equipes do Brasil, e algumas do exterior, duelarão neste prova:

  • Funvic/Marcondes César/Gelog /Taruma/Pindamonhangaba (SP)
  • São Lucas/Giant Ciclo Ravena/Americana (SP)
  • Clube Dataro/Foz do Iguaçu (PR)
  • Suzano/Ecus/GTK/Ciclomania/Protek (SP)
  • Padaria Real-Céu Azul Alimentos/ Sorocaba (SP)
  • São José/Cannondale (SP)
  • GRCE Memorial/Prefeitura de Santos/Giant (SP)
  • Altolim/Assis (SP)
  • Unicesp/Neocom/JC Gontijo (DF)
  • CESC São Caetano/PZ Racing/Kuruma/DKS Bike (SP)
  • FW Engenharia/Amazonas Bike (AM) (RJ)
  • Clube Fernandes de Ciclismo (GO)
  • Velo/SEME Rio Claro (SP)
  • São Sebastião/Suum/Jbike/CST (SP)
  • Italomat/Weber/Dogo Seguridad 3 de Febrero (ARG)
  • Star Cycling Team (ARG)
  • Viños Tabernero (PER)
  • Seleção Nacional do Chile
  • Seleção Nacional do Paraguai
  • 

    Opinião:
  1. Gostei que a prova terá mais de 80 km. Considerando-se o circuito duro e esta distância, ao menos não teremos uma Volta do Quarteirão, como foi a Copa da República.
  2. Por outro lado…a Elite tem calibragem para correr uns 140 km, ou pelo menos 120 km por conta do início (?) de temporada. A prova deverá acabar em sprint, como já se tornou hábito em corridas transmitidas pela Rede Globo.
  3. Não consegui encontrar a distância da prova. Foi divulgado apenas o número de voltas e eu precisei procurar a distância da volta do autódromo e calcular…esquisito, não?
  4. No dia anterior – sábado – os ciclistas poderão treinar no autódromo. Espero conseguir entrar e treinar também, pois é um senhor treino!

Abraços! F.

About Fernando Blanco

Apaixonado por ciclismo há mais de 30 anos, começou a pedalar em 1977 em Santos, tendo corrido para valer até os 20 anos de idade, quando coisas 'banais' como faculdade, carreira executiva, casamentos e filhos atrapalharam um pouco...agora, como Senior B, está treinando forte e pretende compensar o tempo perdido. Como ciclista foi um bom sprinter, chegando à pré-convocação da Seleção Brasileiros de Juniores em 1979. Se a carreira como ciclista não foi grande coisa, a coleção de revistas locais e internacionais (mais de 1.000) e de videos/DVDs (mais de 100) proveram bastante cultura sobre o ciclismo profissional. Provas internacionais acompanhadas ao vivo: Mundial de Estrada ('07), Mundial de Pista ('89), Tour de France ('97 e '02), Liège-Bastogne-Liège e Flèche Wallone (ambas em '92), Paris-Nice ('97), Ronde van Belgie (´89).
This entry was posted in Corridas - Brasil, Opinião and tagged , . Bookmark the permalink.

14 Responses to Copa América de Ciclismo vem aí!

  1. José Carlos SBC/SP says:

    Fernando, tem alguma prova de um dia no Brasil com mais de 200 km?

    • José Carlos, tirando os tradicionais Audax, não há me consta que haja provas em linha de estrada com esta quilometragem no Brasil. Há uns uns poucos anos houve uma etapa da Volta do Estado de São Paulo que percorreu pouco mais de 200 km – um absurdo na minha opinião, pois nosso pelotão costuma disputar provas de 100 km e olhe lá…Abs!

      • José Carlos SBC/SP says:

        Ou seja, é melhor nunca termos uma equipe nacional sendo convidade para correr uma das grandes (Tour, Vuelta e Giro), pois com certeza, passariam vergonha.
        Já que nossa CBC (ou seja, Globo, ou seja ninguem) só organiza povas abaixo de 100 km.
        Lamentável ne…………

  2. Gostaria de dar os parabéns pelo blog e esclarecer que a equipe FW Engenharia/Amazonas, por mais que pareça, não é do estado do Amazonas. Ela pertence ao estado do Rio de Janeiro. O Amazonas é por conta de uma loja de bicicletas que tem esse nome.
    Abraço grande.

    • Muito obrigado, Luiz Fernando! Já está sendo corrigido! O ciclismo do Rio de Janeiro teve um grande ciclista nos anos 70-80, chamado Helvio Siqueira. Se você tiver informação sobre ele, para publicarmos aqui, por favor nos ajude! Boas pedaladas!

  3. Rogério Yokoyama says:

    Dureza mesmo é a transmissão.
    Não, dureza mesmo são os comentários do especialista que a Globo arrumou para transmitir juntamente com o Cleber Machado.
    Aliás, nem a São Silvestre escapa do padrão da Globo : Na hora que a corrida começou a se decidir, os caras estavam mostrando os figuras que sempre aparecem fantasiados.

  4. Caros – no quesito corrida regredimos…provas curtas não ajudam o esporte crescer tecnicamente. Mas corrida longa, de estrada, etc., custa caro…e organizadores e Globo ainda não se entenderam como transmitir provas longas. Um dia chegaremos lá…

    Quanto aos comentaristas, também não gosto. Vou mandar meu C.V…ahahhaha

  5. vander says:

    A quilometragem tem que aumentar aos poucos.
    Uma das poucas provas que tem no Brasil, transmitida ao vivo, no centro do Pais(o que facilita para equipes de todos os cantos), aguardada por tantos atletas seja para assistir ( como eu) ou para competir, com duração de meia hora? é brincadeira, só pode ( Copa da República)!! Esse ano não fiz nem questão de ligar a TV.
    Lá fora, isso ai seria chamado de Criterium e olhe lá.
    Fernando, a prova do final de semana já foi vencida no sprint por dois atletas escapados. Renato Rohsler..(acho que era a equipe Caloi/Suzano)…em 2003… o Renato pedalou o tempo todo segurando emcima do Sti(pegada alta) revezando com o Matthew Decanio dos EUA, e ganhou no sprint.. Comecei a pedalar em 2005 inspirado também, pela bela prova dele, e pelo seu estilo de pedalada.

    Bom, nesse circuito é muito dificil chegar escapado, haja vista que a altimetria não varia de forma considerável.
    Torcerei para a São José , que levou a prova de Brasilia, como uma Fenix, ressurgindo das cinzas…
    E quero ver o Nei, de Goiânia, pegar a ponta um pouquinho e aparecer, como ele faz em todos os anos.

    • Valeu, Vander! E obrigado pela lembrança da bela vitória do Renato Rohsler. Eu assisti esta prova pela TV e lembro-me de ter ficado impressionado com a forma que os dois resistiram ao ataque do pelotão. Na época, a Memorial de Santos (da minha Santos) voava e ralou muito para alcançar a fuga…mas deu Caloi. Abs!

  6. Juca says:

    Amazonas bicicletas… sempre com “grandes equipes” no MTB brasileiro ( Amazonas-Specialized, Amazonas-Sundown, Amazonas-Kona) com passagem de grandes atletas como Adriana Nascimento, Abraão “candango” Azevedo, Dentinho, Claudião, Amarildo, Klebão Nascimento, Rubens Valeriano, Robson Ferreira, Albert Morgen (Albert tomou Doril!) e outros…

    Bem, o Fernando já morou na Europa e deu umas pernadas lá pelas terras belgas e sabe que isso que tem aqui no Brasil (provas de canteiro e as provas de meia hora na Globo) lá éseria atração de critérium (compra-se uma boa cerveja belga e com umas batatas com queijo e mande bala!) … mas como disse Cássio de Paiva, isso não é ciclismo mas é importante pois ainda dá um pouco de visibilidade! infelizmente é assim! Ruim assim, pior sem!

    Quem será que ganha lá em Interlagos com circuito inverso?

  7. VALDENI PINHEIRO ALVES says:

    EU QUERO PARTICIPA DA COAP AMERICA DE CICLISMO

  8. VALDENI PINHEIRO ALVES says:

    BOA TARDE COMO E QUE EU FAÇO PARA PARTICIPA DA COPA AMÉRICA DE CICLISMO

    • Olá Valdeni, a Copa América é um evento profissional e apenas equipes profissionais da elite do esporte são convidadas a participar.
      E nem todos os ciclistas da equipe largar na prova. Você tem que ser selecionado por diretor. É coisa pra lá de complicada. Se você quiser saber mais procure a Federação de Ciclismo do seu estado ou a CBC. Abs!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s