O fascínio dos Jogos Olímpicos – Estrada

Prezados,

O Tour de France é a rainha das provas ciclísticas por conta da exposição de mídia e show business. Clássicos como Ronde e Roubaix são carregados de história e charme. O Campeonato Mundial é o … Campeonato Mundial.

Mas na minha opinião – e esta opinião é baseada em tudo que já li nesta vida – a prova que todo ciclista quer ganhar é a Medalha de Ouro dos Jogos Olímpicos. Os jogos não são apenas uma corrida, mas tem a festa, o ambiente, o congraçamento. Neste texto escreverei sobre a  prova de Estrada.

Vocês sabiam que até os Jogos de Atlanta (EUA), em 1996, os profissionais eram proíbidos de correr? E até 1990, quando caiu o Muro de Berlim, haviam mais de uma dezena de nações aglutinadas sob as bandeiras da União Soviética e Iugoslávia. Se este último país nunca teve tradição no ciclismo, os soviéticos – juntos com seus amigos comunistas da Alemanha Oriental e Polônia – eram forças difíceis de bater.

Após boa dose de pesquisa, concluí que poucos Medalhistas de Ouro, nos tempos amadores, tornaram-se grandes profissionais. Abaixo a minha lista:

  • Jogos de Melbourne, 1956: Ercole Baldini (ITA). Como pro venceu 1 Giro, 1 Campeonato Mundial, Recorde da Hora, entre muitas semi-Clássicas italianas.
  • Jogos de Munique, 1972: Hennie Kuiper (HOL). Como pro venceu o Campeonato Mundial de 1975, 1 Paris-Roubaix, 1 Tour de Flandres, 1 Milano-Sanremo, 1 Giro di Lombardia, além de dois segundos lugares no Tour de France (em ’77 e ’80).
  • Jogos de Seul, 1988: Olaf Ludwig (ALE). Este alemão oriental já era uma estrela do ciclismo amador da Cortina de Ferro. Antes do Jogos já havia vencido o Tour de L’Avenir (na época, o Tour de France para amadores) e duas vezes a Corrida da Paz (na época, o Tour de France do mundo comunista). Era franco favorito para o Jogos de Seul. Depois de pro continuou fazendo bonito: Classificação por Pontos do Tour 1990, Amstel Gold Race, G.P. Frankfurt, vencedor do Ranking da UCI 1992, além de diversas semi-Clássicas.

Com a presença autorizada dos profissionais nos Jogos Olímpicos, tivemos os seguintes vencedores:

  • Jogos de Atlanta, 1996Pascal Richard (SUI). Corredor cerebral, muito tático, venceu Liège-Bastogne-Liège, Giro di Lombardia, Campeão Mundial de Ciclocross, Tour de Suisse e Tour de Romandie, etapas do Tour e Giro, etc.
  • Jogos de Sidney, 2000: Jan Ullrich (ALE). Deste já falamos bastante aqui.
  • Jogos de Atenas, 2004: Paolo Bettini (ITA). O ex-gregário do também grande campeão Michelle Bartoli venceu 2 Campeonatos Mundiais de Estrada, 2 Liège-Bastogne-Liège, 2 Giro di Lombardia, 1 Milano-Sanremo, 3 UCI World Cup e mais um mundo de outras corridas e etapas (incluindo Tour, Giro e Vuelta).
  • Jogos de Beijing, 2008: Samuel Sanchez (ESP): Sammy é um grande ciclista de poucas vitórias. Seus melhores resultados foram um 4o lugar no Tour 2010, 2o lugar na Vuelta 2009 e vários pódiums nos Clássicos montanhosos (Liège, Lombardia, Flèche Wallone, etc.)

Concluindo, acho que o ciclismo de Estrada nos J.O.’s tem duas histórias bastante distintas:

  1. A fase do amadorismo, com poucos Medalhistas de Ouro tendo se destacado para valer no profissional e nenhum grande Campeão tendo conquistado medalhas nos Jogos(prova de Estrada).
  2. A fase do profissionalismo, que sempre teve vencedores de grande envergadura.

É isso. Abraço, F.

About Fernando Blanco

Apaixonado por ciclismo há mais de 30 anos, começou a pedalar em 1977 em Santos, tendo corrido para valer até os 20 anos de idade, quando coisas 'banais' como faculdade, carreira executiva, casamentos e filhos atrapalharam um pouco...agora, como Senior B, está treinando forte e pretende compensar o tempo perdido. Como ciclista foi um bom sprinter, chegando à pré-convocação da Seleção Brasileiros de Juniores em 1979. Se a carreira como ciclista não foi grande coisa, a coleção de revistas locais e internacionais (mais de 1.000) e de videos/DVDs (mais de 100) proveram bastante cultura sobre o ciclismo profissional. Provas internacionais acompanhadas ao vivo: Mundial de Estrada ('07), Mundial de Pista ('89), Tour de France ('97 e '02), Liège-Bastogne-Liège e Flèche Wallone (ambas em '92), Paris-Nice ('97), Ronde van Belgie (´89).
This entry was posted in Corridas - Internacional, Cultura Ciclística and tagged . Bookmark the permalink.

2 Responses to O fascínio dos Jogos Olímpicos – Estrada

  1. vander says:

    Foi só abrir a porteira.
    A prova de 2008 eu tenho aqui, e assisto de vez em quando.
    Prova linda.
    No Cri o Motollara destruiu.
    Na estrada, ele estava o bicho também. Ficaram sugando o suiço.. ele levou uma galera nas contas, e fez 3º atrás do Samuela Sanchez e Davide Rebellin(DOPAADO)..E, ano passado, recebeu lá na Suiça, a medalha de Prata, de forma Justa e Merecida.

  2. Gustavo says:

    Fernando, desculpa, mas não encontrei no “site” local para enviar uma mensagem apenas para você. Pode ser pura burrice minha, sou meio meio “analfa” em questões internáuticas. Mas, lendo o seu perfil, verifiquei que você tem uma boa quantidade de filmes e documentários sobre ciclismo em geral. Pois bem, de uns tempos para cá (sou ciclista amador, pedalo por puro prazer, e essa febre na minha vida é bem mais recente que a sua…rs…) resolvi procurar filmes de bicicletas. Nas lojas, não se encontra quase nada, a não ser uns resumos do Tour (2009 e 2010), e alguns filmes de MTB (mountain bike). Tenho todos os que encontrei. Mas andei baixando alguns na Net: A Sunday in Hell, A Ride with George, Hell on Wheels, Stars and Watercarriers, uma série com o Lance Armstrong, Vive le Tour, entre outros. Fora isso, no site //cyclingtorrents.nl/ encontram-se torrents para todas as mais importantes corridas. Bem, mas qual é o problema ? é o domínio do idioma…rs.. Pois todos os documentários, principalmente, não os consigo com legenda (pode ser legenda em inglês, em espanhol, e, claro, em português). Você tem filmes legendados ?
    Abraço,
    Gustavo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s