Com a palavra os italianos

Mario Cipollini lê e concorda com a visão do Ciclismo Brasil…rsrs:

“It’s going to be a real fight between Greipel and Cavendish, and all the other sprinters will be looking to take advantage of them watching each other. I just hope they don’t all go down in the last corner…”

“They’re going to have to be careful because it’s quite a tight circuit and so someone could get hurt. Hopefully they’ll be a little bit sensible because at the start of the season.”

Assim como nós, o velho Rei Leão também acha que Cav & Greipel vão brigar feio e talvez outros ciclistas tirem vantagem do fato dos dois se marcarem demais. E recomenda que os dois galinhos de briga tenham sensibilidade para evitar acidentes. Com a palavra um signore que entende do assunto.

 

191 vitórias...sempre com vários ciclistas frustrados ao lado...

 

Filippo ‘Pipo’ Pozzato

A eterna esperança de campioníssimo italiano – o cara tem muito talento, mas parece não ter faro de vencedor – veio com uma conversa exótica…: “Espero fazer parte de um ‘dream team’ italiano para competir na prova de Perseguição por Equipes nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012. Gostaria que corressem comigo Daniele Bennati e Alessandro Ballan.”

Alguns comentários:

  1. Pozzato fala muito e vence pouco. E já está olhando para um objetivo distante e totalmente fora da sua praia atual.
  2. Quando era Junior, Pipo foi fera em Perseguição (duas medalhas em Mundiais de Pista), mas isso faz uns 15 anos e ele deixou de ser especialista faz tempo…
  3. O próprio Mario Cipollini tentou proeza similar há uns 8 anos atrás…e deu em nada! Cipo queria correr Perseguição Individual e acabou desistindo do projeto, porque suas marcas eram pífias em relação às dos especialistas.
  4. Super Mario foi contratado pela Katusha, equipe de Pozzato, para dar-lhes uma consultoria. Levou uma esnobada de Pipo, que disse não precisar. E recentemente deu-lhe um troco de primeira: disse que Pozzato estava mais preocupado em cumprimentar o campeão mundial Hushvold após a linha de chegada, do que vencer a prova.

Cada um na sua, né?!…

Abraços,

Fernando

  
 

 

About Fernando Blanco

Apaixonado por ciclismo há mais de 30 anos, começou a pedalar em 1977 em Santos, tendo corrido para valer até os 20 anos de idade, quando coisas 'banais' como faculdade, carreira executiva, casamentos e filhos atrapalharam um pouco...agora, como Senior B, está treinando forte e pretende compensar o tempo perdido. Como ciclista foi um bom sprinter, chegando à pré-convocação da Seleção Brasileiros de Juniores em 1979. Se a carreira como ciclista não foi grande coisa, a coleção de revistas locais e internacionais (mais de 1.000) e de videos/DVDs (mais de 100) proveram bastante cultura sobre o ciclismo profissional. Provas internacionais acompanhadas ao vivo: Mundial de Estrada ('07), Mundial de Pista ('89), Tour de France ('97 e '02), Liège-Bastogne-Liège e Flèche Wallone (ambas em '92), Paris-Nice ('97), Ronde van Belgie (´89).
This entry was posted in Notícias - Internacional and tagged , , , . Bookmark the permalink.

5 Responses to Com a palavra os italianos

  1. Gustavo says:

    Fernando, e quando será o primeiro embate (na pista!) entre o Cavendish e o Greipel?
    Abraço,
    Gustavo

  2. José Carlos SBC/SP says:

    Augusto, no Santos Tour Down Under 2011 que começa amanhã:
    Etapas:
    Domingo dia 16 – Adelaide – 51 km
    Terça dia 18 – Mawson Lakes → Angaston – 138 km
    Quarta dia 19 – Tailem Bend → Mannum – 146 km
    Quinta dia 20 – Unley → Stirling – 129 km
    Sexta dia 21 – Norwood → Strathalbyn – 124 km
    Sabado dia 22 – McLaren Vale → Willunga – 131 km
    Domingo dia 23- Adelaide (Criterium) – 90 km
    Total Distance 809 km
    Concordo com o Fernando, alguem pode tirar proveito da rixa entre Cav x Greipel, como o Farrar por exemplo.

  3. Juca says:

    Santos TDU.. é na sua terra né Fernando? Santos… kkkk

  4. André Vianna says:

    Só uma observação do item 1: 2012 tá aí, eu diria que até está tarde….
    Abraços e parabéns!
    Deveríamos tem um blog assim (tanto como o Maglia) sobre o MTB e outro sobre Pista!!!

    • Oi André, obrigado pelas contribuições. Eu não tinha pensado nisso, mas se a GEOX não tem ‘wild card’ para o Tour e tem grana para investir no ciclismo, juntar-se com a Leopard (que tem o ‘wild card’ mas nao tem grana suficiente) seria o ‘casamento perfeito’ para as duas partes. Parabéns!
      Quanto a briga entre os dois, não dá para saber ao certo, mas as leitura da época dão a entender que foi ingles quem começou…como de hábito.
      Eu não entendo nada de MTB, mas amo os velodromos e assim que tivermos material vamos publicar! Valeu!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s