O Brasil na Vuelta a Chile!

 Caros – e começou mais uma Volta importante e muito tradicional da América do Sul. Com um pelotão menos europeu (e com menos pros de alto calibre) do que o do Tour de San Luis, nosso país enviou uma Seleção Brasileira composta por Iago Marinelli, Renan Malizia, Flavio Reblin, Rafael Buongermino, Bruno Saraiva e Bruno Novello.

Da Europa, além da uma seleção italiana sub-23, temos como grande força a Vendée U, liderada por Mathieu Bernaudeau, filho de um certo Jean-René, conhecem?

História – Jean-René Bernaudeau, nascido em 1956 na região do Vendeé, teve um início de carreira meteórico. Ele foi 5o colocado do Tour de France 1979 e líder do Maillot Blanc de Melhor Jovem. Ele corria pela melhor equipe da época – a lendária Renaul-Elf Gitane -, sob a liderança do igualmente lendário Bernard Hinault.

Em 1980, sob a benção de seu grande e inquestionável lider Hinault, Bernaudeau venceu em grande estilo a etapa que escalava o temível Stelvio no Giro. Hinault focava na classificação geral e deixou que seu jovem co-equipier vencesse a etapa – e Hinault venceu alí o primeiro de seus três Giros…

Bernaudeu levou a etapa, mas alguém tem dúvida de quem era o mais forte?

Só que o jovem Jean-René ficou um tanto deslumbrado com resultados tão bons e achou que era bom demais para ser o número dois da equipe. Resolveu então aceitar o convite para liderar a equipe arqui-rival: a Peugeot. Foi capa da Mirroir du Cyclisme e o ciclismo francês entrou em convulsão por conta desta transferência

É unanimidade na França, na Europa toda, em Santos e em Marte, que este foi o grande erro da carreira do promissor ciclista do Vendée. Após deixar o esquadrão (e a proteção de Bernard Hinault), as únicas provas top que ele venceu foram o Midi-Libre (4 vezes…recordista) e um Route du Sud. Muito pouco para tanto potencial. E por que isso? Simplesmente porque Jean-René não era um líder…e liderar sem ter perfil de líder é sinônimo de fracasso, seja numa equipe ciclista, numa empresa ou no governo. Liderança é coisa para líder!

A vida na Peugeot não foi longe, ou melhor, não foi além dos 2 anos de contrato (quem andou bem por lá foi o holandês Hennie Kuiper, que ficou em 2o no Tour 80), e depois disso só correu para equipes médias, como Wolber, Système U e Fagor.

Enquanto a carreira de Jean-René afundava, Hinault tornou-se a lenda que todos sabemos e Laurent Fignon surgiu e tomou seu lugar como novo desafiante de Hinault, le Roi.

"Alors, Laurent, não troque de equipe como eu fiz, porque é burrada! Voilá et au revoir"

Despois de pendurar a bicicleta, Bernaudeau-pai tornou-se manager de equipes, sendo a mais bem sucedida a Bouygues Telecom, que obteve bom destaque no Tour de France granças aos ataques de Thomas Voeckler. Lembram? Esperamos que o filho dele tenha melhor sorte como ciclista.

E os brasileiros no Chile? – deixa para o próximo post, ok?!

Sorry + abraços,

Fernando

About Fernando Blanco

Apaixonado por ciclismo há mais de 30 anos, começou a pedalar em 1977 em Santos, tendo corrido para valer até os 20 anos de idade, quando coisas 'banais' como faculdade, carreira executiva, casamentos e filhos atrapalharam um pouco...agora, como Senior B, está treinando forte e pretende compensar o tempo perdido. Como ciclista foi um bom sprinter, chegando à pré-convocação da Seleção Brasileiros de Juniores em 1979. Se a carreira como ciclista não foi grande coisa, a coleção de revistas locais e internacionais (mais de 1.000) e de videos/DVDs (mais de 100) proveram bastante cultura sobre o ciclismo profissional. Provas internacionais acompanhadas ao vivo: Mundial de Estrada ('07), Mundial de Pista ('89), Tour de France ('97 e '02), Liège-Bastogne-Liège e Flèche Wallone (ambas em '92), Paris-Nice ('97), Ronde van Belgie (´89).
This entry was posted in Biografias, Cultura Ciclística, Notícias - Internacional and tagged , , . Bookmark the permalink.

2 Responses to O Brasil na Vuelta a Chile!

  1. Bruno Volpi says:

    Ótimo post, parabéns!

  2. Juca says:

    Esse ae fez igual aos gregários de Lance.. Heras, Hamilton, Landis…sairam para serem lideres de casas desarrumadas! a diferença é esses ae rodaram nos controles!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s