Basso mostra que não está para brincadeira

Caros – o G.P. di Lugano está para suiços e italianos o que o Het Volk/Niewsblad está para os belgas. É a primeira grande corrida dura da temporada. E assim como a prova belga, todos os bons ciclistas do pelotão largam nesta prova, mas a maioria não está em lá grande forma…

De qualquer forma, nota-se que vários bons corredores chegaram entre os Top 10, a começar pelo campioníssimo italiano Ivan Basso.

1 Ivan Basso (Ita) Liquigas-Cannondale 4:23:04  
2 Fabio Andres Duarte Arevalo (Col) Geox-TMC    
3 Giovanni Visconti (Ita) Farnese Vini – Neri Sottoli 0:00:16  
4 Jure Kocjan (Slo) Team Type 1 – Sanofi Aventis    
5 Leonardo Fabio Duque (Col) Cofidis, Le Credit En Ligne    
6 Fortunato Baliani (Ita) d’Angelo & Antenucci – Nippo    
7 Rinaldo Nocentini (Ita) AG2R La Mondiale    
8 Alexander Efimkin (Rus) Team Type 1 – Sanofi Aventis    
9 Mauro Finetto (Ita) Liquigas-Cannondale    
10 David Blanco Rodriguez (Spa) Geox-TMC  

Confesso que me surpreendi com a vitória do Ivan Basso. Não pelo fato dele estar tão em forma em fevereiro – ele já havia declarado que focaria no Tour de France, em julho, mas que teria um primeiro pico de forma na primavera. E não estava para brincadeira.

A surpresa vem da sua falta de aptidão para provas de 1 dia. Será que veremos um Basso lutando pela vitória em Liège, Flèche e Amstel? Tomara! Ele contou com o trabalho forte da sua Liquigas, que endureceu a corrida ao máximo, desgastando seus principais adversários e facilitando sua fuga com o jovem colombiano Fabio Duarte.

O trem das montanhas

Fabio Duarte, da GEOX, foi Campeão Mundial Sub-23, em 2008 e vem crescendo como ciclista. Ele ainda não tem grandes vitórias como profissional (destaque para várias vitórias em casa, até mesmo Etapas da Vuelta a Colombia), mas não há dúvida que irá brilhar – e este 2o lugar em Lugano só confirma esta percepção. 

De qualquer forma, acho muito legal ver Basso feliz e motivado em provas de 1 dia. O ciclismo precisa dos seus campeões correndo mais e querendo vencer provas que não sejam apenas Grand Tours ou umas poucas Clássicas.

"Dai Basso, sei grande!"

Cultura geral – Lugano é uma linda cidade suiça, que fica encostadinha Itália. É uma região muito montanhosa, vizinha ao Lago Como, onde se corre o Giro di Lombardia e não é terreno para sprinters.

Linda, tranquila...perfeita para o ciclismo

Abs, FB

About Fernando Blanco

Apaixonado por ciclismo há mais de 30 anos, começou a pedalar em 1977 em Santos, tendo corrido para valer até os 20 anos de idade, quando coisas 'banais' como faculdade, carreira executiva, casamentos e filhos atrapalharam um pouco...agora, como Senior B, está treinando forte e pretende compensar o tempo perdido. Como ciclista foi um bom sprinter, chegando à pré-convocação da Seleção Brasileiros de Juniores em 1979. Se a carreira como ciclista não foi grande coisa, a coleção de revistas locais e internacionais (mais de 1.000) e de videos/DVDs (mais de 100) proveram bastante cultura sobre o ciclismo profissional. Provas internacionais acompanhadas ao vivo: Mundial de Estrada ('07), Mundial de Pista ('89), Tour de France ('97 e '02), Liège-Bastogne-Liège e Flèche Wallone (ambas em '92), Paris-Nice ('97), Ronde van Belgie (´89).
This entry was posted in Corridas - Internacional and tagged , , . Bookmark the permalink.

5 Responses to Basso mostra que não está para brincadeira

  1. Gustavo says:

    Grande Ivan Basso ! gosto muito dele, não me esqueço da homenagem que ele fez à mãe dele, quando soube, no meio do Tour de France (2003? ou 2004? não me lembro o ano…) que ela estava com câncer, e que começaria um tratamento de quimioterapia. Ele ligou para o Lance Armstrong, pediu algumas orientações, e ganhou a etapa seguinte (com o Lance em segundo), com o nome da mãe gravado no guidom. Assisti isso no filme “Overcoming”, e essa parte é emocionante (entre outras).

  2. Juca says:

    Pegaram o Arriagada… +1!

  3. Juca says:

    Ae Gustavo, valew pelo coment ae!

    esse video é o referente ao seu coment!

    abs

    • Gustavo says:

      Obrigado pelo vídeo, Juca ! vale a pena ver o filme, o “Overcoming”, é muito bem feito, e muito interessante !
      Abraço, do
      Gustavo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s