Matthew Harley Goss: SENSACIONAL

Eu até listei o nome dele entre os favoritos, mas tinha sérias dúvidas se este australiano da HTC-Highroad teria pernas para aguentar o tranco de 298 km da Milano-San Remo, mais a escalada e descida do Poggio, para sprintar e vencer.

Mas ele fez mais: aguentou tudo isso, se enfiou numa fuga cheia de craques e ainda ganhou o sprint do grupo fugitivo. SENSACIONAL.

O fim desta Milano-San Remo foi o menos convencional. Não me recordo de ter visto 8 ciclistas destacados brigando pela vitória. É sempre 1 destacado (Cancellara, Tchmil, Saronni, Moser, De Wolf), ou três (De Vlameminck com Saronni e Paolini) ou pelotão.

A classificação geral:

1 Matthew Harley Goss (Aus) HTC-Highroad 6:51:10  
2 Fabian Cancellara (Swi) Leopard Trek    
3 Philippe Gilbert (Bel) Omega Pharma-Lotto    
4 Alessandro Ballan (Ita) BMC Racing Team    
5 Filippo Pozzato (Ita) Katusha Team    
6 Michele Scarponi (Ita) Lampre – ISD    
7 Yoann Offredo (Fra) FDJ    
8 Vincenzo Nibali (Ita) Liquigas-Cannondale 0:00:03

Destaques:

1. O vencedor, naturamente, que este ano já tinha vencido bem no Tour Down Under e na Paris-Nice. Mas esta foi uma vitória de outro patamar.

2. Cancellar está em muito melhor forma do que havia sugerido estar e do que eu achava.

3. Gilbert…esperava mais potencia dele…espero que não esteja no pico…

4. Ballan e Pozzato mandaram bem…mas mostraram que não tem mais pernas (e/ou cabeça) para vencer. Parecem fadados a brigar por pódiuns, mas não pela vitória.

5. Scarponi – que tipo de Gatorade ele anda bebendo e que tipo de GU anda chupando? Passou a andar bem no Giro e Tirreno-Adriático depois de velho. E hoje fez uma corrida épica, magistral. Lembrou-me Hinault no Mundial de Brno em 1981, quando saiu do segundo bloco, buscou o primeiro e ainda fez um mais que honroso 3o lugar.

6. O francês Offredo fez uma corrida que dará 1a página no jornal L’Equipe, pois eles estão tão desacostumados a verem seus compatriotas no topo das grandes Clássicas…espero de coração que ele dê continuidade, pois o ciclismo precisa de bons franceses na ponta.

7. Nibali provou que tem explosão para Clássicas. Corredor completo este rapaz. Quem sabe na Semana das Ardennes (Liège, Flèche, Amstel…). Favorítissimo para o Giro.

8. Van Aermadt, da BMC, mandou muito bem. Agressivo, mas faltou pernas no final.

9. Azar do Freire, caiu feio e ficou um tempão fora de combate. Sua Rabobank fez o que dava.

10. Cavendish, caiu ou foi falta de forma mesmo? Boonen seguiu no pelotão principal, mas mostrou que não estava em forma mesmo (pico será para a semana de Flandres – Roubaix). Hushvold e Farrar…alguém sabe o que aconteceu? Decepções….

Abraços! F.

About Fernando Blanco

Apaixonado por ciclismo há mais de 30 anos, começou a pedalar em 1977 em Santos, tendo corrido para valer até os 20 anos de idade, quando coisas 'banais' como faculdade, carreira executiva, casamentos e filhos atrapalharam um pouco...agora, como Senior B, está treinando forte e pretende compensar o tempo perdido. Como ciclista foi um bom sprinter, chegando à pré-convocação da Seleção Brasileiros de Juniores em 1979. Se a carreira como ciclista não foi grande coisa, a coleção de revistas locais e internacionais (mais de 1.000) e de videos/DVDs (mais de 100) proveram bastante cultura sobre o ciclismo profissional. Provas internacionais acompanhadas ao vivo: Mundial de Estrada ('07), Mundial de Pista ('89), Tour de France ('97 e '02), Liège-Bastogne-Liège e Flèche Wallone (ambas em '92), Paris-Nice ('97), Ronde van Belgie (´89).
This entry was posted in Corridas - Internacional and tagged . Bookmark the permalink.

10 Responses to Matthew Harley Goss: SENSACIONAL

  1. Juca says:

    O Gilbert está dando uma de cavalo paraguaio!

  2. Rafael says:

    Não sou especialista, mas o Cancellara não perdeu velocidade antes de começar a sprintar?!

    Parece que não tem o “jeito”! Parece que estava indeciso… O Matthew Goss estava mais embalado…

  3. Edson Sobreira says:

    Eu assisti a prova quando faltavam ainda 98km para a chegada, a gazzetta mandou muito bem, prova ao vivo na internet, show adorei.

    Eu apostava no Haussler, mas apesar de ele estar no pelotão de 45 ciclistas que foi partido quando teve uma queda, não conseguiu passar pelo Poggio.

    A estratégia da Katusha foi ótima, percebeu que Hushvod, Farrar, Freire e Cavendish estavam no 2º grupo, apertaram tudo que podiam para não serem alcançados, pois mesmo com Gilbert, Cancellara, Boonen e Petacchi no 1º grupo, teriam mais chance de conseguir alguma vitória com o Pozzatto, mas esqueceram de falar isso para o italiano, rodeiro de primeira junto com o Ballan.

    Me causou uma certa estranheza na postura da HTC, depois que o grupo se partiu, a equipe não puxou o grupo perseguidor nem 1 centimetro, creio que se tivessem tomado a ponta, o 2º grupo tinha alcançado o 1º. Mas jogaram td em cima do Goss, afinal só tinha ele da HTC no meio de Cancellara os outros grandes favoritos e que confiança tem nele, pois o cara conseguiu se defender e no sprint não deu chances para os grandes. Que bela vitória.

    Pra mim destaques individuais:

    Offredo: Francês raçudo, pelo jeito de pedalar devia estar doendo tudo que tinha direito, talvez se não tivesse ficado exposto na ultima curva, poderia ter ido melhor.

    Avermaet: Belga corajoso, eu acho que se ele mantem os 30s no começo da descida do Poggio, os caras não pegavam ele.

    Nibali: Belo ataque, se começa a descer sem os favoritos alcançarem, poderia ter feito uma estrago na prova.

    Scarponi: Se ganha ia ser épico, no Cipressa deu uma aula de escalada, não teve um que aguentou ficar de roda, se tivesse mais uns 2km subindo pegava os caras subindo ainda, buscar sozinho o 1º grupo já valeu ter assistido a prova, mas abrir o sprint só mostra a ambição que ele está em vencer, na minha opinião foi o destaque da prova.

    Agora um porém, se não tivesse o tombo e corte no pelotão, a chegada tinha sido em pelotão.

    Essa prova é muito boa.

  4. José Carlos SBC/SP says:

    Nossa Fernando, se a MSR foi assim, imagina o que vem por aí!!!!
    A prova valeu pelo Scarponi, a maneira que ele buscou o 1º pelotão tirando quase 2min sozinho foi sensacional, e ainda tentou sprintar (trofel de mais combativo nele). O unico que conseguiu ficar na roda dele foi o cinegrafista.
    Muitos ataques como era esperado, Gilbert cometendo o mesmo erro do mundial atacando antes do tempo, Nibali muito forte e Cancelara demorando para sprintar.
    Parabens ao Goss (é bom ele tomar cuidado senão o Cav tenta queimar ele tambem).
    Show a parte da transmissão da Gazzetta.
    Abs

  5. Leandro says:

    Ia citar o Edson e ele chegou antes. Hoje o Goss chegou a ser anunciado no segundo grupo, o que tornava o movimento da HTC ainda mais estranho. Mas o mérito do Goss é ainda maior por ser um sprinter que se virou sozinho. E marcou ataques de Gilbert, Cancellara e Nibali, na descida e no plano. Não é pouco não.

    O Cancellara marcou o Nibali no Poggio e todo mundo refugava de um ataque muito firme quando via o Goss na roda.

    Agora, se o Scarponi vencesse no sprint ia ser inacreditável. Ele tá andando muito.

  6. Tiago Cardoso says:

    Adoro este site sempre actualizado!! Aqui aprende-se gosto dos vossos comentários. Grande Scarponi hoj, não estará bem demais demasiado cedo?
    Continue!!

  7. José Carlos SBC/SP says:

    Se a prova tivesse mais 100 km o Scarponi ganhava escapado, hehehe
    Fico imaginando se ele tivesse no primeiro grupo quando o pelotão se dividiu.

  8. Juca says:

    Scarponi… será que o sapateiro está no pão e água? bem, de qualquer forma se mantiver esse nivel é sério candidato a ganhar o Giro, pq hj ele andou muito!

  9. andre says:

    Caramba, o Ale Jet sobro na roda de escalador Michelle, do jeito que ele saiu do pelote e foi buscar o primeiro pelotao foi animal, o Damiano viro gregario, nunca mais volta a ser capitao.

  10. FABIO GUZZI says:

    O Goss esta andando muito desde o Down Under esse cara vêm em uma forma espetacular , é o ciclista do futuro , ótimo passista , bom escalador , gira muito bem na roda e é um ótimo sprinter .Só acho que ele não vai ter perna no 2° semestre ou final de temporada .
    O Motorlara Spartacus é um monstro , fez sua prova , só acho que ele não esperava ter um sprinter rapido ao seu lado no ultimo kilometro , acho que vai andar muito na Paris-Roubax e no tour .
    O Gilbert também foi bem , acho que esse ano ele fatura uma clássica .
    O Pozzato cabelinho de modelo esta mais preocupado em sair bem na foto na largada doque andar rapido no final .
    PROVA SENSÁCIONAL
    abs

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s