Thomas Voeckler e vários outros assuntos

Caros – eu não sei vocês, mas a preparação e o acompanhamento da Milano-San Remo me deixou cansado como seu eu a tivesse corrido! Levar ciclismo a sério cansa mesmo sem pedalar…

E os comentaristas deste blog estão de PARABÉNS! Mais do que um milhão de visitas (estamos um ‘pouquinho’ abaixo desta marca…), eu prefiro ver os amigos comentando, analisando, criticando. OBRIGADO!

Ainda sobre La Primavera – sabemos (e não é de hoje) que os ciclistas de altíssimo nível atingem picos de forma em períodos curtíssimos de tempo, i.e. 1 ou 2 semanas. E Cancellara e Gilbert mostraram estar muito em forma (se aquilo não é pico, é muito próximo). Mas o suiço quer vencer de novo o ‘double’ Flandres-Roubaixo. Será que dá? E pelo nível em que se encontra, Gilbert dá mostra que cumprirá a palavra e focará no Tour de Flandres, dia 3 de abril, e não nas provas ‘valonnés’ do fim de abril (Amstel, Flèche e Lìege) – parece-me impossível manter-se no pico por tanto tempo.

Isto posto, prefiro e muito que ele e os demais ciclistas top comecem a mudar esta ‘regra’ da preparação esportiva e comecem a correr para vencer o máximo de corridas. Não que eu ache que voltaremos a ter um eddymerckxismo, mas segurar a forma durante apenas 1 mês seria muito bem-vindo.

"Que maillot blanc é esse, Mounsieur Voeckler?!"

Mudando radicalmente de assunto, o simpático e combativo Thomas Voeckler (que é francês, apesar do nome 100% alemão – é que ele é da região da Alsácia) venceu ontem a Cholet-Pays de Loire, semi-Clássica francesa válida pela Coupe de France.

Como é corrida de 1 dia e ele é o atual Campeão Francês, todo mundo estranhou a tal camisa branca que ele utilizou na corrida – esperava-se que usasse o Maillot Tricolore (bleu-blanc-rouge, ou azul-branco-vermelho). Só que a prova também era válida pelo UCI Europe Tour e como Voeckler é o atual líder desta competição ele foi obrigado a vestir o ‘maillot’ que honra esta classificação. No Tour de Flandres, por exemplo, que é válido pelo UCI World Tour, ele voltará a usar o seu uniforme convencional.

Como já disse aqui – e ninguém ligou…rsrs – eu torço para o ciclismo francês voltar a vencer grandes provas. E o Voeckler já venceu bastante (ainda que nada mega importante): 2 título de Campeão da França,  2 Etapas + Maillot Jauner (2004) do Tour de France, 2 Tour du Haut-Var, Etoile des Besseges, Circuit de la Sarthe, G.P. de Quebec (Canáda), Trophee des Grimpeurs, várias etapas de provas importantes (Paris-Nice, País Basco, Tour do Mediterraneo, etc.).

Nada mal…pas mal…voilá, Thomas!

Rapidinhas – Contador retorna a correr hoje, para vencer, na Vuelta a Catalunya. Esta corrida de 7 dias existe desde 1911, é parte do World Tour e já teve muita fera entre seus vencedores: Anquetil, Merckx, Ocaña, Gimondi, Thévenet, Maertens, Moser, Lejarreta, Kelly, Indurain (3x), Zulle, Jalabert, Escartin, Beloki, Jimenez, Valverde e ano passado ‘Purito’ Rodriguez (que é catalão!), etc.

Não achei o de 2011, mas olha só este...vintage!

Cav sobre Goss – “He did a great job. I said he was going to be there and he was there alone. He’s a legend.” (“Ele fez um grande trabalho…Ele é uma lenda.”) vamos ver quanto tempo dura esta lua-de-mel…

Abs! F.

About Fernando Blanco

Apaixonado por ciclismo há mais de 30 anos, começou a pedalar em 1977 em Santos, tendo corrido para valer até os 20 anos de idade, quando coisas 'banais' como faculdade, carreira executiva, casamentos e filhos atrapalharam um pouco...agora, como Senior B, está treinando forte e pretende compensar o tempo perdido. Como ciclista foi um bom sprinter, chegando à pré-convocação da Seleção Brasileiros de Juniores em 1979. Se a carreira como ciclista não foi grande coisa, a coleção de revistas locais e internacionais (mais de 1.000) e de videos/DVDs (mais de 100) proveram bastante cultura sobre o ciclismo profissional. Provas internacionais acompanhadas ao vivo: Mundial de Estrada ('07), Mundial de Pista ('89), Tour de France ('97 e '02), Liège-Bastogne-Liège e Flèche Wallone (ambas em '92), Paris-Nice ('97), Ronde van Belgie (´89).
This entry was posted in Corridas - Internacional, Notícias - Internacional and tagged , , , . Bookmark the permalink.

4 Responses to Thomas Voeckler e vários outros assuntos

  1. Juca says:

    Eu tinha achado estranho mesmo o Voeckler com aquele uniforme… no sábado ele correu outra prova na França, e vi pelas fotos do cyclingnews…estranhei o uniforme dele e tb não estar na MSR (sua equipe não ganhou o wildcard pra correr)!
    http://www.cyclingnews.com/races/classic-loire-atlantique-1-1/photos/163771

    Gilbert..acho que ele não ganha nem Ronde nem PR! kkkkk

  2. Sômulo N Mafra says:

    É difícil ver uma prova importante que Merckx não tenha ganho… mal comecei a ler o texto sobre a ‘Vuelta a Catalunya’ e já desconfiava que o nome do Canibal estaria entre os vencedores, hehe…

    Tb torço muito por uma revelação francesa. Esses espanhóis estão muito marrentos! rsss…

    Abraços,
    Sômulo N Mafra

    • Hahahaha, verdade Sômulo, a espanholada está com tudo! Até os anos 80 viviam por conta das vitórias de Bahamontes e Ocaña no Tour. E na Vuelta, sempre que um estrangeiro corria lá levava. Mundiais? Zero…Clássicas, tiveram Miguel Poblet nos anos 60 ganhando uma poucas, como a Milano-San Remo. Depois veio Delgado, Indurain, Freire e tantos outros! Abs!

  3. Sômulo N Mafra says:

    Quanto ao cartaz da prova de 1943… um espetáculo, sensacional! Um dos mais bacanas que já vi…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s