Não deu zebra no Amstel Gold Race: deu Gilbert

Barbada do ano: Philippe Gilbert, da Omega Pharma-Lotto, venceu e convenceu. O belga wallon é apenas o segundo ciclista a vencer a prova dois anos seguidos (o outro foi Jan Raas, mas o holandês venceu 4 anos seguidos).

É, sem dúvida, o favorito para a Clássica Monumento do domingo que vem, a Liège-Bastogne-Liège.

Agora, se tiver juízo, vai se poupar durante a semana e não correrá a Flèche Wallone, da mesma forma que pulou a Paris-Roubaix domingo passado. Fico feliz de ver um grande ciclista sendo protagonista desde a Milano-San Remo. Isto estava ficando ‘fora de moda’, mas ele e Cancellara estão provando ser possível ser competitivo durante toda a primavera.

Por outro lado, o ‘Top 10’ do Amstel não foi o mais interessante do mundo:

1 Philippe Gilbert (Bel) Omega Pharma-Lotto    
2 Joaquin Rodriguez Oliver (Spa) Katusha Team    
3 Simon Gerrans (Aus) Sky Procycling    
4 Jakob Fuglsang (Den) Leopard Trek    
5 Alexandr Kolobnev (Rus) Katusha Team    
6 Oscar Freire Gomez (Spa) Rabobank Cycling Team    
7 Björn Leukemans (Bel) Vacansoleil-DCM Pro Cycling Team    
8 Ben Hermans (Bel) Team RadioShack    
9 Robert Gesink (Ned) Rabobank Cycling Team    
10 Paul Martens (Ger) Rabobank Cycling Team

Minhas visões:

  1. Eu desconfio que vivemos uma ‘entresafra’ de grandes ciclistas de Clássicas. Caras como Gilbert, Cancellara e Boonen se destacam demais do ‘segundo bloco’.
  2. Anos atrás tínhamos nomes como Valverde, Vino, Cunego, Di Luca, entre outros, brigando pelas Clássicas para escaladores. Hoje não vejo nomes assim tão fortes.
  3. Espero que Evans se recupere e que Sanchez e Frank Schleck rodem mais forte em Liège, pois do contrário será um passeio para o Gilbert. Detalhe: torcerei muito para ele, pois La Doyenne (‘A Mais Antiga’, como a Liège-Bastogne-Liège é chamada na Bélgica) precisa ser vencida por um Wallon depois de décadas de ‘seca’.
  4. Joaquim ‘Purito’ Rodriguez é um ciclista muito forte e regular, venceu o Ranking da UCI em 2010…mas não é um Grande Campeão. Foi um segundo colocado que honrou a vitória de Gilbert.
  5. Gerrans e Leukemans provaram mais uma vez estarem em grande forma, nos ‘pavés’ e nas subidas. Grandes ‘primaveristas’, mas não são páreo para Gilbert e consortes.
  6. Freire, por algum motivo que desconheço, vai sempre bem no Amstel, mas o Cauberg prova ser um pouco demais para ele. Favorito para o Top 10, mas nunca para a vitória. Pena. Seria legal o espanhol enriquecer ainda mais o seu ‘palmarés’ (lista de vitórias, em francês, e termo clássico no ciclismo em várias línguas).
  7. Ontem eu esqueci de incluí-lo, mas eu e a Holanda inteira esperávamos mais do Gesink. Ele corre o risco de se tornar um segundo Boogerd: forte, sempre na cabeça, mas vencendo muito pouco.
  8. Andy Schleck me surpreendeu com aquele ataque. Fez um bocado de força e não conseguiu despachar a armada belga da Omega Pharma. Certamente está construindo sua forma para Liège.
  9. Cancellara fez bonito ao largar. E só, né?!

Foi isso. Allez Gilbert!!

Abs, FB

About Fernando Blanco

Apaixonado por ciclismo há mais de 30 anos, começou a pedalar em 1977 em Santos, tendo corrido para valer até os 20 anos de idade, quando coisas 'banais' como faculdade, carreira executiva, casamentos e filhos atrapalharam um pouco...agora, como Senior B, está treinando forte e pretende compensar o tempo perdido. Como ciclista foi um bom sprinter, chegando à pré-convocação da Seleção Brasileiros de Juniores em 1979. Se a carreira como ciclista não foi grande coisa, a coleção de revistas locais e internacionais (mais de 1.000) e de videos/DVDs (mais de 100) proveram bastante cultura sobre o ciclismo profissional. Provas internacionais acompanhadas ao vivo: Mundial de Estrada ('07), Mundial de Pista ('89), Tour de France ('97 e '02), Liège-Bastogne-Liège e Flèche Wallone (ambas em '92), Paris-Nice ('97), Ronde van Belgie (´89).
This entry was posted in Corridas - Internacional and tagged , . Bookmark the permalink.

4 Responses to Não deu zebra no Amstel Gold Race: deu Gilbert

  1. Juca says:

    Força e honra para Gilbert hoje, domingo que vem ele tem chances mas na decana acho que ele não consegue levar…lá ultimamente o negócio vai para homens de grandes voltas! aliás no meio da semana ainda tem a Flèche na semana das ardenas…

  2. alex ernesaks says:

    menção honrosa:
    OSCAR FREIRE , que ‘chegou junto’

    MURILO FISCHER, 28°

  3. Leandro Bittar says:

    Cancellara ainda tomou um rola…

    O Fischer mandou bem sim. Ele estava confiante disso. Vamos ver o que ele arruma antes do Giro.

  4. José Carlos SBC/SP says:

    O Cancellara ta dando tiro para todos os lados, de papa tudo, não levou nada (2º lugar numa monumental para qualquer ciclista seria a glória, mas no caso dele, rssss). Falou demais e deu no que deu. O pelotão ta mais ligado nele e ta bem mais forte que 2010.
    Que venha a LBL.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s