Rivalidades titânicas no Giro – Parte I: Girardengo x Binda

Caros – nesta semana pré Giro estamos escrevendo sobre a Itália, seu Giro e suas histórias. Na minha visão, não há país ciclístico que tenha, ao longo da história, tantos casos de rivalidades que racharam o país ao meio.

Os torcedores italianos (os tifosi) são os mais fanáticos do mundo e sempre optam por um ídolo. Estes idolos são conhecidos como campionissimi. E na melhor tradição desta cultura, cada tifoso escolhe o seu campionissimo e por ele torce com uma paixão sem igual. Estas escolhas se dão, principalmente, pela personalidade e aspectos culturais dos campeões. As pessoas se identificam pela ‘pessoa’ do campeão.

Não é porque o ciclista é sprinter ou escalador, ou porque pedala assim ou assado. Os debates entre amigos e familiares, sobre quem é melhor e por quê, varam as noites, sempre regadas com vinho ‘nacional’ e uma boa massa!  

Mas vamos a estas lendárias rivalidades:

1. Costante Girardengo x Alfredo Binda

Girardengo é considerado o primeiro campionissimo do ciclismo italiano. Começou a correr em 1914 (antes da 1a Guerra Mundial) e só parou em 1936 (pouco antes da 2a Guerra Mundial), aos 43 anos de idade!! Venceu o Giro 2x, o Giro di Lombardia 3x, a Milano-San Remo 6x (recorde que levou 50 anos para ser batido por…Merckx!) e o Campeonato Italiano 9x … consecutivas!

Girardengo era tão popular que o governo facista italiano definiu que os trens expressos (aqueles que só paravam – e param – em grandes cidades, como Milano, Gênova, etc.), eram obrigados a parar em Novi Ligure, terra de Costante. Único, não?!

Celebridade pela causa errada – o campionissimo também foi envolvido numa polêmica policial, por sua suposta amizade com o Sante Pollastro, um famoso criminoso italiano da época. O ‘causo’ foi longe, com Girardengo tendo que depôr no tribunal que julgou o capturado Sante e depois a história ainda virou filme. A família do ciclista nunca aceitou a forma que o filme retratou a história, negando a amizade e principalmente o fato (retratado no filme) que “Il bandito i il campione” dividissem uma amante…numa Itália católica isso era coisa muito séria!

Girardengo, Primeiro Herói Italiano

E surge Binda – Alfredo Binda era um lombardo de Varese (como Ivan Basso) que imigrou para o sul da França em busca de trabalho e lá começou a correr e vencer. Vejam como tudo começou: numa corrida na França, Binda (que era um desconhecido na Italia) simplesmente largou na subida o campionissimo Girardengo e seu gregário Beloni. Na viagem de retorno para casa, Beloni confidenciou a um jornalista: “Se Binda voltar para correr na Italia é melhor mudarmos de profissão“.

Girardengo era muito rápido e Binda era um exímio escalador. Porém, o que realmente dividia a Italia era o fato de ‘Gira’ ser um sujeito mais rústico, ‘do povo’, enquanto que Binda era mais refinado, no trato e no pedal.

Alfredo venceu 5 vezes o Giro d’Italia e sua dominância lhe rendeu pagamento para não correr na prova em 1930! Eu não tenho conhecimento de fato similar na história do esporte. Ser pago para não correr…

Não concordam? Então coloquem-se no lugar dos toscos organizadores de corridas de bicicletas dos anos 20: em 1927 o varesino havia vencido ‘apenas’ 12 das 15 etapas do Giro, em 29 venceu 8 etapas seguidas! Suas 41 vitórias de etapas só foram ultrapassadas por Mario Cippolini em 2003, numa época em que o Giro tinha 20 ou mais etapas (contra 15 nos tempos de Binda). Em suma, o risco era que o Giro fosse banalizado, que se tornasse corrida de um ciclista só – mais ou menos como Lance Armstrong e Eddy Merckx tornaram o Tour de France em seus dias.

Falando em Super Mario, eu tenho algumas entrevistas dele em que nunca aceitou a comparação do seu recorde com a marca de Binda. O Re Leone, que nunca primou pela humildade ou economia nas palavras, sempre disse que Binda era um campionissimo e ele “era apenas um sprinter”…bacana e verdadeiro!

De volta a Binda, o homem ainda foi Tricampeão Mundial de Estrada, co-recorde até hoje (junto com Van Steenbergen, Oscar Freire…e Merckx). No  primeiro deles, em 1927, no duríssimo circuito alemão de Nurburgring, ele largou o então campionissimo reinante Girardengo. Aí a história mudou de vez… – Binda também venceu 4x o Giro di Lombardia, 2x a Milano-San Remo e o Campeonato Italiano de Estrada 4x…consecutivas!

Curiosamente, ou não, Alfredo Binda é considerado o ciclista que revolucionou a forma de se correr um Grand Tour…há 90 anos!

Binda 'vestido' de Campeão Mundial e tubular amarrado

Correndo por fora – enquanto ‘Gira’, Binda e seus respectivos tifosi duelavam, Learco Guerra de vez em quando ‘mordia’ algumas boas vitórias. Apelidado de “A Locomotiva Humana”, graças a sua potência em terrenos menos acidentados, Guerra venceu 1 Giro, 1 Mundial de Estrada, 1 Milano-San Remo, 1 Giro di Lombardia…e o Campeonato Italiano de Estrada 5x.

O lado obscuro do prestígio de Learco Guerra vem do lado político, pois o governo facista de Benito Mussolini utilizou sua imagem para angariar simpatizantes…e ele, aparentemente, curtiu o ‘estrelato’.

Mais tarde tem mais…

Abs, F.

About Fernando Blanco

Apaixonado por ciclismo há mais de 30 anos, começou a pedalar em 1977 em Santos, tendo corrido para valer até os 20 anos de idade, quando coisas 'banais' como faculdade, carreira executiva, casamentos e filhos atrapalharam um pouco...agora, como Senior B, está treinando forte e pretende compensar o tempo perdido. Como ciclista foi um bom sprinter, chegando à pré-convocação da Seleção Brasileiros de Juniores em 1979. Se a carreira como ciclista não foi grande coisa, a coleção de revistas locais e internacionais (mais de 1.000) e de videos/DVDs (mais de 100) proveram bastante cultura sobre o ciclismo profissional. Provas internacionais acompanhadas ao vivo: Mundial de Estrada ('07), Mundial de Pista ('89), Tour de France ('97 e '02), Liège-Bastogne-Liège e Flèche Wallone (ambas em '92), Paris-Nice ('97), Ronde van Belgie (´89).
This entry was posted in Cultura Ciclística and tagged , , . Bookmark the permalink.

2 Responses to Rivalidades titânicas no Giro – Parte I: Girardengo x Binda

  1. Sensacional seu blog. Ainda não o li inteiro, mas quase.
    Parabéns!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s